Presidente de cooperativa que denunciou Flores e Donato é acusada de desvios

Após as denuncias contra os comandados do Prefeito Lucas Pocay, Rodrigo Donato – Secretário de Cultura e Paulo Flores – Diretor da escola municipal de música de Ourinhos (exonerado) terem sido divulgadas pelos poucos órgãos de imprensa que tem independência editorial no município, surgiram em outros sites ligados comercialmente com a administração de Ourinhos a seguinte matéria:


Presidente da Cooperativa é suspeita de usar dinheiro de cooperados em benefício próprio

Daniela teria transferido em torno de R$ 45 mil da Cooperativa para contas pessoal e de seu marido.

A diretora da Cooperativa Brasileira de Trabalho dos Profissionais das Artes de Ourinhos, Daniela Gonçalves A. dos Santos, denunciante de irregularidades da Cooperativa, teria se utilizado do cargo de presidente para pegar dinheiro proveniente do Fundo Educacional e de Assistência Social da entidade, prejudicando os próprios cooperados. É o que apontam os extratos do cartão de crédito corporativo que ficava em poder de Daniela.

Documentos contábeis mostram repasses de aproximadamente R$ 45 mil da cooperativa para contas correntes de Daniela e de seu marido. Entre os meses de novembro e dezembro de 2017 e janeiro de 2018, Daniela transferiu cerca de R$ 17 mil da conta da cooperativa para sua conta pessoal. No mesmo período foi repassado para a conta corrente de seu marido em torno de R$ 28 mil.

FOTO: Uma das transferências realizadas para a conta do marido da Daniela no valor de R$ 20.791,68


Esperamos que toda a verdade venha a tona sem poupar ninguém que por ventura tenha dado prejuízo ao povo Ourinhense. Digo por mim e creio dizer por todas as demais  pessoas de bem em nossa cidade: “Não deve sobrar pedra sobre pedra, doa a quem doer.”