PMs detêm traficantes com helicóptero e mais de 2 milhões em drogas

Uma dupla de traficantes (38 e 19 anos) foi presa no início da noite de ontem (11/06/2018), logo após aterrissarem um helicóptero carregado de entorpecentes no Estádio Municipal de Cambará/PR. Após o pouso da aeronave, os Policiais Militares de Cambará foram até o local e levantaram a informação que os dois ocupantes haviam acabado de pular o muro do Estádio e estavam pedindo carona para moradores, afirmando que tinha acabado o combustível do helicóptero e precisavam se deslocar a cidade de Ourinhos para comprar mais combustível, sendo que um cidadão deu a carona para os suspeitos. Toda essa movimentação levantou a suspeição dos PMs que entraram em contato com a Polícia Militar daquela cidade, vindo a Força Tática da Polícia Militar do Estado de São Paulo – 31º BPM – a abordar os suspeitos num estabelecimento, nas proximidades do aeroporto de Ourinhos, onde já estavam em posse de dois galões de combustível para o helicóptero. Indagados sobre os fatos e após várias contradições por parte dos suspeitos, afirmando até que estavam fazendo o vôo a passeio, eles acabaram confirmando que estavam com drogas na aeronave, bem como vinham do Paraguai (país vizinho a 700km de Cambará/PR) com a programação de fazer uma escala em Ourinhos/SP para abastecimento e seguiriam até a cidade do Guarujá/SP (destino final), todavia o combustível não foi suficiente para chegar a Ourinhos/SP (25 km de Cambará), fato que forçou o pouso de emergência no referido Estádio. Na sequência, foram realizadas buscas no interior do helicóptero, sendo localizado debaixo do banco 109 tabletes de cocaína (118,05 kg da droga) e 29 tabletes de “crack” (29,5 kg), droga avaliada em aproximadamente 2 milhões de reais. O indivíduo (38 anos), morador de Belo Horizonte/MG afirmou que receberiam 10 mil reais cada um para levar a droga ao destino; disse ainda que já cumpriu pena por tráfico de drogas no Estado de Minas Gerais; o outro indivíduo (19 anos), piloto da aeronave, morador de Vera Cruz/SP, a princípio não tem passagem pela polícia. Os dois traficantes e a droga foram apresentados na Delegacia de Polícia de Cambará, bem com o helicóptero apreendido para demais providências.