Prefeitura vai gastar mais de 60 milhões com Cargos Comissionados

Ao reiterar requerimento, que pede detalhes sobre o número de cargos comissionados e funções gratificadas da PMO, que não foi respondido pelo prefeito, o Vereador Edvaldo Lúcio Abel apresentou um levantamento estarrecedor em uma sessão do Legislativo Municipal. Segundo ele, a Prefeitura de Ourinhos deverá gastar mais de 60 milhões com pagamento de cargos comissionados e funções gratificadas, durante a atual legislatura. Outro ponto apontado como absurdo pelo vereador é a criação da função de secretário adjunto, com rendimento de aproximadamente 6 mil e 200 reais. Vadinho afirma também que o prefeito, em uma entrevista à TV Tem, mentiu ao dizer que havia reduzido em 50% o numero de cargos de confiança. Outro ponto salientado na ocasião é o fato das reestruturações feitas pelo executivo serem lesivas ao erário público e terem sido encaminhadas ao MP para providências.